Coisas da Daniela

A origem…

Parece que detetaram a (mãe) pessoa que abandonou o bebé no lixo.

É crime?
Não percebo porquê!!?!



E a pressão social e familiar para sermos mães. Não é crime?

Não é crime dizerem-nos que não somos mulheres e/ou companheiras porque não queremos ter pessoinhas? Porque temos a consciência que não temos condições.

Não é crime falar e pressionar sem saber se a mulher pode engravidar? Ou se o homem pode?

Não é crime ver a mulher como uma fábrica?


Pior…

Quando eu digo que quero adoptar… Quando pesquiso sobre famílias de acolhimento…


“És mesmo doida.” “Não tiveste educação…”

Eu????????


Não consigo perceber este modo de andar, este andar para trás. A regredir! A sermos uns incultos.

Aaaaaa não.. Nós até fomos para a Universidade.
Sim. Porque é obrigatório, não é verdade? E ainda temos que ser doutores e engenheiros e o caraças.

Aiaiaiaiaiai

Então tu achas bem terem colocado o bebé no lixo? Não, nunca!
Exijo é saber o porquê. A origem! Os motivos! O estado psicológico, emocional, físico.. De quem o fez.
Aaaaaaaaaa mas isso dá muito trabalho…. pois



Então condições…
“Tas cheia da dinheiro.”  “Vocês estão sempre a trabalhar!”
Sim. Temos o mealheiro a explodir, já nem lá deve caber um cêntimo. E então????

É o nosso trabalho. É o nosso dinheiro. Eeeeee surpresa… Com dinheiro não se compra amor, afeto, tempo, paciência… Mas dá para tirar umas formações.

Então isso é o que tu fazes… Então estás sempre a tirar cursos. Então mas tu até trabalhas com crianças… Então… Então…

Então a vida é minha! É nossa!

Por falar nisso,
Amanhã vou passar o dia num congresso sobre Parentalidade. E tu, vais fazer o quê?

Dar o tablet à criança? Fazer uma megafesta como a da vizinha.
Vais à promoção dos 50% em brinquedos? Passear na praia?

Malta,

Cada um que faça as suas escolhas. Que encare as suas consequências. Façam o que o vosso coração diz!


Segue-nos no Facebook e Instagram

Adere ao grupo Quotidianices – Blog e Loja e Algarve para Crianças

PS: Salvo que ninguém é perfeito. Há sempre erros e há sempre soluções.

Daniela

Tagged

2 thoughts on “A origem…

  1. Concordamos em metade do que dizes e noutra discordamos. Talvez discordemos da forma como expuseste o assunto, ou talvez não. De qualquer forma, viemos aqui ler-te e decidimos dar a nossa opinião.
    É um facto que abandonar a criança é um crime horrendo. Irá pagar por isso, por estar previsto na lei portuguesa. Concordamos contigo na medida em que a sociedade em si não devia julgar tal atitude, até porque desconhece a origem do que se passou. No entanto, compreendemos que é difícil que uma pessoa espere 9 meses sem ir ao hospital para depois fazer uma atrocidade destas. É difícil compreender. Mas temos que aceitar que a pessoa, com certeza, não se encontrava bem. Houve ali algo no passado que a fez agir desta forma tão desumana. Isso faz com que devamos aceitar não a julgar na sociedade, devendo ser um juiz/ uma juíza a fazer cumprir a lei, simplesmente.
    Por outro lado, concordamos contigo na medida em que sentes a pressão da sociedade em agir de determinada forma considerada como natural. Como se todos nascêssemos para cumprir um jogo de playstation onde vamos passando de nível, começando com o baptismo, acabar a faculdade, namorar, ter filho, ter outro filho e não mais porque aí já se é desgovernado. A sociedade impõe mais do que o que transmite, muitas vezes. Mas discordamos no ponto do “ataque”, se é que nos entendes nesta medida. Não é justo quereres que aceitem as tuas medidas atacando as escolhas dos outros. Não temos que cumprir todos os mesmos patamares na vida. Isso é geral. Devemos conseguir conviver. E acreditamos que ao informar, ao transmitir a opção de não ter filhos de todo ou de adoptar e explicar o nosso ponto de vista, pode alterar a forma como a sociedade age. Porque podemos não mudar o mundo, mas se mudarmos o mundo de alguém, já faz a diferença.
    Esperamos que não te importes com o testamento, mas foi um tema que mexeu connosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *