Cá em casa

Os 30

Rapidez.

Rapidez é um dos sentires deste último ano.

De repente já tenho 31. Uma idade que apesar de jovem, já pesa.

Não tenho a vida que sonhei, e não lamento (talvez o tenho feito esta última semana).

Neste ano, senti inexplicavelmente, falta daquilo que nunca tive. Tanta falta do meu maior sonho.  Momento intenso, quase sem partilhas. Sem ninguém perceber.

Outro novo momento foi o complexo com o corpo. Nunca tive o corpo que idealizava mas também não me preocupava. Sentia-me bem. Este ano comprei um fato de banho. Até andei/ ando mais vestida.

Por outro lado sei que devo estar grata. Posso movimentar-me. Posso fazer o que gosto. Posso também não fazer nada.

Conto-vos isto para uma pequena reflexão da bênção que é poder andar, correr, cuidar do B. e da V., pintar, escrever… Aceitar!

 

As pausas para o descanso foram poucas. Até os fim-de-semana de descanso contam-se pelos dedos.

A experiência de, voltar, a andar de avião fez-me parar os desejos de viajar. Mas pode ser que os 100 anos da Pedagogia Waldorf sejam mais significativos que os meus medos.

E por falar neles, iniciei uma nova terapia. 

 

Fiz mais formações, incluindo uma pós graduação.

Cresci em amor. Descobri-me mais e melhor.

Até que surgem os últimos dias com 30. A semana antes dos 31.

Onde emagreci, e não foi de ir para o ginásio as 7h da manhã, foi mesmo de não comer.

Manifestações do meu corpo a reagir a um estado profundo de tristeza e vazio. Sem sentires.

Só com o contorno do coração, que a minha mãe não deixou que ele se apagasse. 

Sem qualquer motivo de celebrar os 31. 

MAS

Pessoas inteligentes têm horas menos boas, e dias fantásticos! Parabéns a mim 😉 


Segue-nos no Facebook e Instagram

Adere ao grupo Quotidianices – Blog e Loja e Algarve para Crianças

Sempre com a certeza que a educação é tudo…

Daniela

4 thoughts on “Os 30

  1. A idades, o peso, são apenas números.. Não são os numero que nos definem…
    Mas sim as expriências, as vivências..
    Que sejas, acima de tudo feliz, porque o resto não importa!
    Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *