Animais

Não procurem a Dory!

Fui alertada para a seguinte questão…

 

Está a chegar e, domingo, a SIC transmite uma apresentação do próximo filme da Pixar “À procura de Dory”.

 

Em 2003, foi lançado o filme “À procura de Nemo” onde a historia rola em torno de Nemo, um peixe-palhaço. No filme, Nemo é capturado e colocado num aquário para agradar uma criança. No mar o seu pai, desesperado, procura por o filho.

 

Apesar do destaque para salvar o Nemo e o desespero Marlin (pai) por não saber do seu filho, a mensagem não passou para a realidade. Muito pelo contrário.

 

Em qualquer loja de animais havia o “Nemo”. As vendas dispararam. A captura aumentou. Nasce “o Saving Nemo Consevation Fund, fundo de preservação de peixes-palhaços, pelas Universidades de Queensland e da Flinders”. Evitando a extinção da espécie.

 

No seguimento, surge “À procura de Dory”.

 

Teme-se que a procura em lojas pelo peixe-cirurgião, a Dory, aconteça na mesma medida do filme original. A questão é que esta espécie solta os ovos e espermas no mar, o que não pode ser recriado em laboratório, logo não se reproduz em cativeiro.

 

Neste sentido, foi criado um movimento para consciencializar da importância em manter a espécie no seu habita natural. “Na Internet, a campanha leva a hashtag #fishkiss4nemo e tem o objectivo de reunir 1 milhão de fotos de pessoas fazendo biquinho de peixe.”

 

#fishkiss4nemo

Fonte:

https://www.nexojornal.com.br/expresso/2016/05/20/Qual-o-impacto-de-%E2%80%98Procurando-Nemo%E2%80%99-e-%E2%80%98Procurando-Dory%E2%80%99-na-vida-dos-peixes-no-mar

🧚‍♀ Daniela

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *