Estilo de Vida

Amo e então?

Adormeci e acordei com o Rui.

Corre o seu texto nas redes sociais. Digo, corre uma frase que ele diz.

A mim marcou-me outra frase! A mim tocou-me os assuntos que não falo.

O que se passa no Mundo. As críticas não construtivas.

“É por isso que escolho ter o desplante de falar disto…”

Temos que acordar. Temos de pensar. Os jovens têm de aprender a pensar. Não digo crianças, de propósito.

Não, não sou a pessoa mais pensadora do Mundo. Não, não ando a devorar documentários, livros, artigos… Nem sou grande pessoa para argumentar.

Tenho apenas orgulho de querer o Mundo melhor. De amar o meu planeta, a casa de todos.

De amar animais e crianças.

Tudo funciona à volta do dinheiro! Na altura em que aparece mais pessoas a ter consciência do que se passa em seu redor, há outras que têm de se mexer e provar o contrário. Provar mentiras.

Note-se a primavera deste ano. Lembram-se? Claro que não! Passamos do inverno para o verão. Chama-se aquecimento global.

Os nutricionistas e demais sabem o mal que alguns alimentos fazem, os químicos que levam. Mas… Só sabem atrás das câmaras!

Continuando no amar… Eu amo quem me apetece! Amo as energias positivas.

Acho ridículo ter que amar a pessoa tal porque é obrigatório. Eu amo, demais, os meus filhos, os 3! São de longe os Seres mais importantes da minha vida e quem me traz mais alegria. Ponto!

“Coincide gostar de homens.” Dos meus pais. Da minha família. Dos amigos e das amigas. Principalmente dos meus primos e afilhados. Coincide…!

Não há família mais feliz do que aquela que se respeita! Dois homens. Duas mulheres. Um homem ou uma mulher. Uma mulher… Qual é a cena?

 

Aqui somos 4! E estamos num processo de equilíbrio. O respeito começou antes do início.

🧚‍♀ Daniela

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *